Pular para o conteúdo principal

DEUS é o autor da criação e isso é um fato!


Desde muito pequenos somos educados nas escolas, e até mesmo pelos mais velhos que o Universo é fruto de uma grande explosão, um Big Bang, e que a humanidade é apenas o resultado do processo natural da evolução do macaco. E muitas pessoas incorporam esses ensinos como verdades inabaláveis que foram descobertas pelas mentes mais brilhantes e pelo poder da ciência que tudo pesquisa e tudo descobre, não é mesmo? Mas o fato é que estas “verdades” nada mais são do que teorias que sequer se dão ao trabalho de respeitarem suas próprias regras e condições.  Neste pequeno texto gostaria de chamar a sua atenção, amigo leitor para pequenos, e curiosos fatos, que detonam idéias arraigadas na mente das pessoas e apontam para o fato de que há um Deus criador por trás de todas as coisas.
A ciência exige a visão do mundo conforme a bíblia ensina. Vejamos: a ciência admite a ordem do universo, nós sabemos que esta ordem é real porque Deus fez todas as coisas (João 1:3), e também porque Ele impôs esta ordem ao universo. A Bíblia diz que é Deus quem sustém todas as coisas através do Seu Poder (Hebreus 1:3), logo temos um universo que funciona de modo lógico e ordenado. Mais ainda, Deus existe para além do tempo (2 Pedro 3:8) e Ele escolheu suster o universo duma forma consistente através dos tempos para benefício nosso. Portanto, mesmo que as condições no passado possam ter sido bem diferentes das condições atuais, as leis da física não sofrerão modificações arbitrárias. Estes princípios Cristãos são absolutamente essenciais para a ciência. Afinal, se levarmos a cabo uma experiência controlada, usando as mesmas condições iniciais, esperamos  obter os mesmos resultados em todas as situações. Os cientistas são capazes de fazer previsões porque existe uniformidade, e esta uniformidade deriva do Poder soberano e consistente de Deus. A experimentação científica seria inútil sem a uniformidade no mundo natural, visto que obteríamos resultados diferentes sempre que levássemos a cabo uma experiência idêntica.
Vamos falar da Lei da causa e Efeito, a 3ª lei de Newton, ou Princípio da Ação e Reação, a qual diz que as forças atuam sempre em pares, para toda força de ação, existe uma força de reação. O que isso tem haver? Perguntarão alguns, não é mesmo? Mas, o fato é que a teoria do Big bang afirma que o universo teria surgido de uma grande explosão cósmica, que criou o espaço e o tempo. Ou seja, um dia o NADA DECIDIU se expandir de forma tão intensa que criou todas as coisas como as conhecemos hoje. Olha, sinceramente, não quero ofender a CRENÇA de ninguém, mas aceitar essa explicação como o principio de todas as coisas, exige MUITA FÉ e, obviamente, vc tem de ignorar que a física necessita de uma Causa para qualquer Efeito. Se o universo que vemos é fruto desta explosão, quem ou que foi a causa desta explosão. Vale lembrar que antes dela não existiriam, nem tempo ou espaço. Em minha pequenez, prefiro concordar com Isaac Newton que afirmou: “A maravilhosa disposição e harmonia do universo só pode ter tido origem segundo o plano de um Ser que tudo sabe e tudo pode. Isso fica sendo a minha última e mais elevada descoberta.”
Vamos prosseguir, de acordo com a 1ª Lei da Termodinâmica o Universo contém hoje a mesma quantidade de energia que continha ao ser criado. Já a Segunda Lei da termodinâmica afirma que o Universo está destinado a uma lenta e irreversível morte térmica. Mostra-se que as duas leis da Termodinâmica conflitam com qualquer esquema naturalístico das origens, concordando, porém, com a criação inteligente. Não entendeu? Eu explico. Os evolucionistas CREEM que o Universo ainda esta em expansão e que esta em um processo de evolução, ou melhor dizendo estaria se aprimorando, se tornando melhor a cada dia. Isto não acontece. Mas, alguns perguntarão e o que isto tem haver com a perspectiva bíblica? Pois é, nós que acreditamos no Deus apresentado pela bíblia, reconhecemos, assim como a física, que o Universo esta em decadência desde a entrada do pecado no mundo. (Gn 3:17) Mas também cremos que o autor da criação é capaz de fazer um novo céu e uma nova terra (Ap 21:1), afinal este mesmo Deus, por amor a sua criação se deu em resgate por todas as obras de suas mãos (Jo 3:16). O que estou dizendo é que acredito que Deus criou todas as coisas e que tem um propósito para sua criação. E nem eu, ou a física, discordamos. Há um poder incomensurável que deu origem a todas as coisas e que ainda interage com suas obras, pois nada do que vemos e admiramos tem como ser fruto do acaso, ou de fenômenos meramente fortuitos e despropositados.
Bem sei que esse assunto é inesgotável, afinal o debate entre os que CREEM em Deus e os que CREEM que ele não existe é algo pessoal e não global. A escolha não depende da comunidade cientifica, dos gênios, da humanidade, nem da sua família, amigos ou qualquer outra pessoa, depende exclusivamente de você. Apenas quero lembrar que outra coisa que a ciência e a bíblia concordam é a Lei da semeadura, onde apenas colhemos o que plantamos. Que somos nós quem escolhemos as consequências, ao decidirmos por nossas ações. Pense Nisso!
 Ney Bellas

"Crê no Senhor Jesus e serás salvo" (Atos 16:31)


Postagens mais visitadas deste blog

Papo de Crente: “Morar junto”, sem se casar, é pecado?

Bem, para responder a esta pergunta, de cara gostaria de dizer que não sou muito de ficar apontando para isso ou para aquilo e dizendo se é pecado, ou não. Afinal, pecado significa errar o alvo, que por sua vez representa a pessoa de JESUS CRISTO. Logo, tudo que fazemos que nos afasta dEle é pecado. Certo? Mas, a pergunta acima tem sido recorrente entre vários jovens e por isso optei por este texto. Vamos entender uma coisa, “morar junto” não é o mesmo que estar casado, assim como “ficar” não é namorar e namorar anos sem compromisso não é “noivar”.  Outra coisa é que esse papo de “morar junto” nada mais é do que um jeitinho de se ter relações sexuais, dentro do socialmente correto. Que fique claro que seguir a Cristo é uma coisa simples, mas que sempre envolve decisões difíceis. Entenda isso como a “porta estreita” da qual Jesus nos alertou. Sexo antes do casamento é FORNICAÇÃO! Não entendeu? Eu explico: “Fornicação é o ato ou efeito de fornicar. Ter relações sexuais por puro prazer, p…

A CABANA e os FALSOS MESTRES

Enquanto escrevo estas linhas milhares de pessoas estão lotando salas de cinema em vários países e até mesmo no Brasil, para assistirem o Filme: A Cabana.  Dirigido por Stuart Hazeldine e adaptado do livro homônimo de 2007, escrito por William Paul Young, canadense, filho de missionários cristãos, teólogo formado em Religião no estado do Oregon, nos Estados Unidos. E, para mim, um dos FALSOS MESTRES de nosso tempo.    Pois bem, este texto, assim como habitualmente o faço é fruto de uma conversa com um amigo que assistiu o referido filme, gostou, o recomendou a outros e me disse que soube reter o que era bom e descartar o que não valia a pena. Acredito e glorifico a Deus por tê-lo capacitado a ter esse nível de discernimento, contudo tenho o coração aflito, tanto pelo zelo que tenho a palavra de Deus, quanto pelas vidas que podem vir a se perder diante do engodo de uma estória emocionante.    Segundo a sinopse oficial do filme a trama apresenta "um homem atormentado após perder a su…

Mães de joelho, filhos de pé

Desperta Débora
“Orando por nossos filhos”.
“Desperta Débora é um movimento de oração cujo alvo é despertar mães comprometidas a orar 15 minutos por dia, para que Deus opere um despertamento espiritual sem precedentes na história da juventude brasileira”.

O Desperta, Débora nasceu no coração do reverendo Jeremias Pereira durante a Consulta Global sobre Evangelização Mundial (GCOWE 95), promovido em maio daquele ano em Seul, Coréia. Nesse encontro, a Igreja coreana consagrou cem mil jovens de diversas denominações para a obra missionária. “Era um dia chuvoso e frio, e num daqueles momentos de clamor uma jovem perto de mim estava com a testa no chão. Em oração, ela se oferecia como mártir para que ao menos uma pessoa da Coréia do Norte entregasse sua vida a Cristo. Ao ouvir aquilo chorei como um menino e desejei que algo semelhante acontecesse no Brasil”, lembra Pereira, pastor da Oitava Igreja Presbiteriana de Belo Horizonte.
Ainda em Seul, ele procurou o pastor Marcelo Gualberto e juntos …