Pular para o conteúdo principal

ENCARANDO A TEMPESTADE DE FRENTE


Em tempos de pregação materialista, onde o evangelho anunciado aponta para facilidades e lucros, muitos estão virando as costas para a verdadeira batalha e fixando-se apenas em seus interesses pessoais e mesquinhos, preferindo acreditar que estamos nesta vida a passeio, curtindo férias e sem nenhuma responsabilidade com a obra de Cristo. Pois bem, não sei quanto a você, mas eu penso que este mundo é um campo de batalha espiritual diante dos que foram chamados para a batalha. Não haverá trégua, ou ausência de conflitos ao nosso redor. Há um inimigo que nos ronda e brama como um leão, dia e noite, buscando a quem possa tragar. Desperta, tu que dormes!

Há uma parábola descrita em Mateus 7, dos versículos 24 a 27, onde Jesus nos fala da importância de nossos fundamentos, de nosso alicerce. Nesta parábola Ele nos fala simbolicamente de duas (2) casas: Uma edificada sobre a Rocha e a outra sobre a Areia, então sobre AMBAS desceu a chuva, e correram os  rios, e assopraram ventos, e COMBATERAM AQUELAS CASAS. Porém, somente uma permaneceu de pé, a que fora construída sobre a Rocha. A outra foi destruída.
Quero chamar a atenção aqui, primeiramente para o fato de que a luta, as dificuldades, os problemas de um modo geral, vieram sobre as duas casas. Ser Cristão não nos isenta de passarmos por aflições, pelo contrário, diferente dos que desconhecem a palavra de Deus, nós, Cristãos, fomos alertados que estas aflições viriam. Já o ímpio é pego de surpresa e tem poucas esperanças de sair com vida desta batalha.
Sair com vida, é ter acesso a vida eterna com o Pai nos céus. É receber a coroa da salvação junto dos que perseveraram por amor ao Cristo.

Não pretendo ser prolixo e me alongar nesta postagem, mas preciso que saiba que você não esta sozinho nesta guerra, há um Deus que peleja por ti, e que te sustentará e te fará forte em sua fraqueza, que dará paz, mesmo em meio as lutas e que, se você permitir, e se voltar para Ele e confiar Nele, te encherá de alegria, por meio da qual você encontrará forças para lutar e ser...mais que vencedor.

Quanto a você que sente como se seus pés estivessem sobre a areia, não tendo onde se firmar e que esta passando por lutas e combates que ameaçam te destruir, creia ainda há tempo, há esperança mesmo para o ferido. Em momentos como este, quando parece que você já perdeu tudo, é que você descobrirá que tudo que você precisa não é nada daquilo que perdeu. Você precisa é de Deus! A palavra nos ensina a irmos para nosso quarto, fecharmos a porta e buscarmos de modo sincero à face de nosso Senhor. Não tenha vergonha, ou medo de não ser ouvido, apenas entregue sua vida e seus caminhos ao Senhor Jesus e o mais Ele o fará. Creia, não duvide, Jesus te ama e quer mudar a sua história.


Mateus – 07: 24 a 27
24. Todo aquele, pois, que escuta estas minhas palavras, e as pratica, assemelhá-lo-ei ao homem prudente, que edificou a sua casa sobre a rocha;
25. E desceu a chuva, e correram rios, e assopraram ventos, e combateram aquela casa, e não caiu, porque estava edificada sobre a rocha.
26. E aquele que ouve estas minhas palavras, e não as cumpre, compará-lo-ei ao homem insensato, que edificou a sua casa sobre a areia;
27. E desceu a chuva, e correram rios, e assopraram ventos, e combateram aquela casa, e caiu, e foi grande a sua queda.

Postagens mais visitadas deste blog

Papo de Crente: “Morar junto”, sem se casar, é pecado?

Bem, para responder a esta pergunta, de cara gostaria de dizer que não sou muito de ficar apontando para isso ou para aquilo e dizendo se é pecado, ou não. Afinal, pecado significa errar o alvo, que por sua vez representa a pessoa de JESUS CRISTO. Logo, tudo que fazemos que nos afasta dEle é pecado. Certo? Mas, a pergunta acima tem sido recorrente entre vários jovens e por isso optei por este texto. Vamos entender uma coisa, “morar junto” não é o mesmo que estar casado, assim como “ficar” não é namorar e namorar anos sem compromisso não é “noivar”.  Outra coisa é que esse papo de “morar junto” nada mais é do que um jeitinho de se ter relações sexuais, dentro do socialmente correto. Que fique claro que seguir a Cristo é uma coisa simples, mas que sempre envolve decisões difíceis. Entenda isso como a “porta estreita” da qual Jesus nos alertou. Sexo antes do casamento é FORNICAÇÃO! Não entendeu? Eu explico: “Fornicação é o ato ou efeito de fornicar. Ter relações sexuais por puro prazer, p…

A CABANA e os FALSOS MESTRES

Enquanto escrevo estas linhas milhares de pessoas estão lotando salas de cinema em vários países e até mesmo no Brasil, para assistirem o Filme: A Cabana.  Dirigido por Stuart Hazeldine e adaptado do livro homônimo de 2007, escrito por William Paul Young, canadense, filho de missionários cristãos, teólogo formado em Religião no estado do Oregon, nos Estados Unidos. E, para mim, um dos FALSOS MESTRES de nosso tempo.    Pois bem, este texto, assim como habitualmente o faço é fruto de uma conversa com um amigo que assistiu o referido filme, gostou, o recomendou a outros e me disse que soube reter o que era bom e descartar o que não valia a pena. Acredito e glorifico a Deus por tê-lo capacitado a ter esse nível de discernimento, contudo tenho o coração aflito, tanto pelo zelo que tenho a palavra de Deus, quanto pelas vidas que podem vir a se perder diante do engodo de uma estória emocionante.    Segundo a sinopse oficial do filme a trama apresenta "um homem atormentado após perder a su…

Mães de joelho, filhos de pé

Desperta Débora
“Orando por nossos filhos”.
“Desperta Débora é um movimento de oração cujo alvo é despertar mães comprometidas a orar 15 minutos por dia, para que Deus opere um despertamento espiritual sem precedentes na história da juventude brasileira”.

O Desperta, Débora nasceu no coração do reverendo Jeremias Pereira durante a Consulta Global sobre Evangelização Mundial (GCOWE 95), promovido em maio daquele ano em Seul, Coréia. Nesse encontro, a Igreja coreana consagrou cem mil jovens de diversas denominações para a obra missionária. “Era um dia chuvoso e frio, e num daqueles momentos de clamor uma jovem perto de mim estava com a testa no chão. Em oração, ela se oferecia como mártir para que ao menos uma pessoa da Coréia do Norte entregasse sua vida a Cristo. Ao ouvir aquilo chorei como um menino e desejei que algo semelhante acontecesse no Brasil”, lembra Pereira, pastor da Oitava Igreja Presbiteriana de Belo Horizonte.
Ainda em Seul, ele procurou o pastor Marcelo Gualberto e juntos …