Pular para o conteúdo principal

ESPERAR OU NÃO? EIS A QUESTÃO!




"Até os jovens se cansam e ficam exaustos, e os moços tropeçam e caem; Mas aqueles que esperam no Senhor renovam as suas forças. Voam alto como águias; correm e não ficam exaustos andam e não se cansam." (Isa 40:31)


Talvez uma das passagens mais faladas e lidas da bíblia se encontra acima. Que bom é saber que aqueles que estão no Senhor, não se cansam, voam alto, chegam ao topo. Passa-se a ideia de um voo tranquilo e suave, acima de tudo e todos. Quão bom é poder recitar isso diariamente, quão fácil é dizer, mas na realidade, no dia a dia, a história parece ser outra. Aquilo que era para ser vivido no meu presente, se torna uma utopia, algo que embora a situação não seja essa,” vamos sonhar e viver sonhando que um dia, quem sabe, todos voaremos como águias e chegaremos ao topo”! Que triunfal...

Meu receio é que o ponto chave e o tema envolto nesse versículo, e pra que não dizer do capítulo em si, ou até do próprio livro, não está na ÁGUIA, não está naquilo que eu sou ou serei, mas naquilo que Ele é! Não está naquele sonho e na realização pessoal; Não está nem no voar, nem em todas as diversas qualidades e características que se pregam por ai de uma águia. A passagem em si não nos diz isso, e nunca nos levou para esse caminho, a ponto de termos que ser “veterinários de águias” para discernir o que Deus quis dizer ou o que a própria águia em si tem haver comigo.

O foco e tema da passagem é “consolo” e “espera”. É a resposta da pergunta gritada para Deus nos versículos acima: “O Senhor não se interessa pela minha situação; o meu Deus não considera a minha causa?” (Isa 40:27). Como resposta, Deus não se preocupou em realizar o sonho, em mudar a situação atual, em apresentar o “porquê” e o “pra que” de nada, Ele simplesmente diz que Ele é “o criador de toda a terra” e ponto final. Ele se explica e isso lhe basta e deveria nos bastar, e não se mostrou no mínimo interesse em resolver a atual situação. É como se Ele estivesse nos dizendo: “Eu não quero saber o que ta acontecendo com você! Mas eu quero saber se você sabe quem EU SOU!” Que soberania dEle, que finitude do homem!

E então para concluir, ele chega e conclui com a águia! Mas lembre-se, o foco do versículo não está nela, mas a palavra chave é “ESPERA”, “aqueles que ESPERAM no Senhor...serão como águias.” Em outras palavras, não existe águia nenhuma sem o processo da espera! Não existe voo nenhum, sem ESPERA; Não existe força nenhuma sem ESPERA! Antes da águia, vem a “espera”.

Nós não gostamos desse processo, não gostamos de esperar em filas de supermercados, não gostamos de esperar o elevador chegar, não gostamos de esperar aquele telefonema, nós seres humanos não gostamos de esperar e é exatamente isso que Deus está nos ensinando, “hey, existe poder no processo da espera”!

E ai então, podemos pesquisar e ver que o processo de espera de uma águia (e esse deveria ser a única característica estudada por estar em contexto com o tema) é o processo em que ela tem que se RENOVAR, sendo esse processo trocando suas penas e/ou seu bico! NÃO É UMA ESPERA PASSIVA, MAS ATIVA! Ela não espera parada, esperando que um dia milagrosamente suas novas penas que lhe trarão novas forças sejam trocadas automaticamente, e que sua renovação chegará por acaso, mas ela “trabalha enquanto espera”.

Isso me diz que enquanto eu tenho situações não resolvidas na minha vida, eu devo primeiramente olhar para a soberania de Deus e não a minha finitude e em segundo lugar ESPERAR ativamente. Ter uma FÉ ATIVA! É tipo da situação da mãe que espera o seu filho ser salvo, mas ela não espera somente, ela ora e ama! É tipo da família que espera cura, ela não espera somente, ela vai a médicos, ao médico dos médicos, ora, jejua e crê! É tipo do solteiro e da solteira que “espera no Senhor” pelo seu futuro companheiro (a), mas não é uma espera sentada em uma cadeira de balanço, é uma entrega total dessa área, é uma confiança absurda que Deus é o criador também de famílias, e um buscar naquele que supre até essa área. É tipo da pessoa que se sente sozinha e em solidão e não espera presença angelical nenhuma, mas serve pessoas, se envolve com a casa de Deus e busca o melhor relacionamento com a melhor pessoa chamada Espírito Santo! 

Em outras palavras, a ESPERA ATIVA em Deus é uma espera em que eu não paro, eu não descanso, eu busco, eu busco, eu busco....eu leio sua palavra até eu ler ela de novo, eu oro até dormir, acordar e orar de novo, eu jejuo, eu me torno íntimo, eu entendo quem Ele é e sua totalidade para mim, e eu não busco esperando ter respostas, nem “porquês”, nem solução, mas eu busco e espero ativo o CRIADOR, O SENHOR! Eu busco saber quem ele é e enquanto eu não descubro, eu não descanso! Aqueles que esperam sentados querendo receber, meu receio é que morrerão dessa maneira.

Esses que assim esperam, esses que sua espera te aproxima e não te mantém distante, esses sim, se tornam águias, se tornam águias por dentro, voam por dentro deles mesmo, embora o céu esteja nublado por fora para um dia de voo! 

Se existem situações imutáveis na sua vida hoje, ESPERE, mas espere de uma maneira ativa, tentando descobrir quem Ele é, e assim você será quem você deve ser – com ou sem resposta!

Mesmo se a resposta não chegar, mesmo se a situação não mudar, por dentro eu mudei, eu transformei, eu me tornei águia – EU ESPEREI!

Esse voo é muito mais alto e muito difícil mesmo...

Thiago Guerra

Postagens mais visitadas deste blog

Papo de Crente: “Morar junto”, sem se casar, é pecado?

Bem, para responder a esta pergunta, de cara gostaria de dizer que não sou muito de ficar apontando para isso ou para aquilo e dizendo se é pecado, ou não. Afinal, pecado significa errar o alvo, que por sua vez representa a pessoa de JESUS CRISTO. Logo, tudo que fazemos que nos afasta dEle é pecado. Certo? Mas, a pergunta acima tem sido recorrente entre vários jovens e por isso optei por este texto. Vamos entender uma coisa, “morar junto” não é o mesmo que estar casado, assim como “ficar” não é namorar e namorar anos sem compromisso não é “noivar”.  Outra coisa é que esse papo de “morar junto” nada mais é do que um jeitinho de se ter relações sexuais, dentro do socialmente correto. Que fique claro que seguir a Cristo é uma coisa simples, mas que sempre envolve decisões difíceis. Entenda isso como a “porta estreita” da qual Jesus nos alertou. Sexo antes do casamento é FORNICAÇÃO! Não entendeu? Eu explico: “Fornicação é o ato ou efeito de fornicar. Ter relações sexuais por puro prazer, p…

A CABANA e os FALSOS MESTRES

Enquanto escrevo estas linhas milhares de pessoas estão lotando salas de cinema em vários países e até mesmo no Brasil, para assistirem o Filme: A Cabana.  Dirigido por Stuart Hazeldine e adaptado do livro homônimo de 2007, escrito por William Paul Young, canadense, filho de missionários cristãos, teólogo formado em Religião no estado do Oregon, nos Estados Unidos. E, para mim, um dos FALSOS MESTRES de nosso tempo.    Pois bem, este texto, assim como habitualmente o faço é fruto de uma conversa com um amigo que assistiu o referido filme, gostou, o recomendou a outros e me disse que soube reter o que era bom e descartar o que não valia a pena. Acredito e glorifico a Deus por tê-lo capacitado a ter esse nível de discernimento, contudo tenho o coração aflito, tanto pelo zelo que tenho a palavra de Deus, quanto pelas vidas que podem vir a se perder diante do engodo de uma estória emocionante.    Segundo a sinopse oficial do filme a trama apresenta "um homem atormentado após perder a su…

Mães de joelho, filhos de pé

Desperta Débora
“Orando por nossos filhos”.
“Desperta Débora é um movimento de oração cujo alvo é despertar mães comprometidas a orar 15 minutos por dia, para que Deus opere um despertamento espiritual sem precedentes na história da juventude brasileira”.

O Desperta, Débora nasceu no coração do reverendo Jeremias Pereira durante a Consulta Global sobre Evangelização Mundial (GCOWE 95), promovido em maio daquele ano em Seul, Coréia. Nesse encontro, a Igreja coreana consagrou cem mil jovens de diversas denominações para a obra missionária. “Era um dia chuvoso e frio, e num daqueles momentos de clamor uma jovem perto de mim estava com a testa no chão. Em oração, ela se oferecia como mártir para que ao menos uma pessoa da Coréia do Norte entregasse sua vida a Cristo. Ao ouvir aquilo chorei como um menino e desejei que algo semelhante acontecesse no Brasil”, lembra Pereira, pastor da Oitava Igreja Presbiteriana de Belo Horizonte.
Ainda em Seul, ele procurou o pastor Marcelo Gualberto e juntos …