Pular para o conteúdo principal

Resposta ao amigo Assis...

Segue abaixo o comentário que deixei no post de meu amigo Assis, cujo post tinha o seguinte título: "O Diabo, inimigo dos demônios". Aos curiosos recomendo a leitura completa de seu texto no seguinte link:
http://caminhosdeluz.dihitt.com.br/noticia/o-diabo-inimigo-dos-demonios-1

Amado amigo Assis, o saúdo com a Paz do Senhor, para que hoje e sempre esteja Ele entre nós e independente de nossos pensamentos e expressões, e ainda que venhamos a discordar convictamente de tudo que pensamos, falamos ou escrevemos que haja sempre este clima de cordialidade e amizade entre nós.
Primeiramente quero deixar claro que não creio que Deus ou a Bíblia precisem de mim para defendê-los e que nem mesmo o Espírito Santo de Deus que convence o Homem de todo pecado e que nos leva a conversão para salvação, me veja como uma ferramenta indispensável a sua obra. Ou seja, não pretendo convencer ninguém de nada. Unicamente me manifesto para deixar claro que há outro ponto de vista e que pessoalmente discordo de tudo que foi expresso por meu amigo Assis em seu post. E para não ser prolixo e apenas discordar apresento a seguir alguns de meus argumentos.
O Criacionismo, ou a crença de que Deus iniciou a humanidade à partir de Adão e Eva, não é uma metáfora. É um fato bíblico. È um conceito tão válido, ou tão questionável quanto o evolucionismo que insiste em propor macacos evoluindo até a humanidade atual, apesar de que mesmo decorrido milhões de anos ainda não vejamos nenhuma outra espécie de símio ou semelhante, que tenha conseguido verdadeiramente evoluir a uma nova forma estética com habilidades e intelecto superior. A ciência apresenta verdades que sempre “deixam os pés de fora”. O Big Ben, a teoria de que o Universo teria surgido de uma explosão é linda se você não pensar em como o NADA resolveu ser ALGO e tenha simplesmente decidido se explodir e se expandir. Difícil de engolir, certo?
Outro erro expresso no texto esta na autoria da Bíblia. O Autor da Bíblia é DEUS. Seu real intérprete é o Espírito Santo. Seu assunto Central é o Senhor Jesus Cristo. A Existência da Biblia, abrangendo seus escritores, sua formação, composição, preservação, transmissão só pode ser explicada como milagre de Deus. Eu explico: Foram cerca de 40 escritores. Estes homens pertenceram as mais variadas profissões e atividades. Escreveram e viveram em épocas e lugares diferentes e distantes e em condições muito diferentes. Levaram 1500 anos para escrevê-la. Apesar de tudo isso ela não contém erros ou contradições. Há sim dificuldades de compreensão, interpretação, tradução, aplicação, mas tudo isso do lado humano, devido a nossa incapacidade e limitação. Uma definição de bíblia que gosto muito diz o seguinte: “A Biblia é Deus falando ao homem; é Deus falando através do homem;é Deus falando a favor do Homem; mas é sempre Deus falando.”
Prosseguindo na análise do texto, percebo que há um equivoco na interpretação do pecado original. Adão não peca por que ficou conhecedor do bem e do mal. Peca pela desobediência à Deus e por sua incapacidade em se arrepender do que fez. Com isso afasta-se da presença de Deus e cai em decadência. A Biblia diz:” eis que o obedecer é melhor do que o sacrificar”(I Sm 15.22b) Diferente do que meu amigo faz parecer Deus não nos quer ignorantes, desprovidos de intelecto e entendimento das coisas, mas Deus nosso criador e criador dos Céus e da Terra, conhece nosso coração e o tempo certo das coisas. A Árvore do Bem e do Mal nos seria lícita no tempo certo. Pela afobação do homem é que pecou Adão e daí termos de percorrer um caminho tão longo, mas hoje graças a Jesus, nós que vencermos o mundo e permanecermos fiéis a sua palavra nos será dado o fruto da árvore da vida (Ap 2.7). Pecado é tudo aquilo que o homem faz e que o afasta da graça de Deus. Esteja o homem ciente deste fato ou não. A Salvação e redenção destes pecados só, e não há outro meio, nos é dada por Jesus Cristo. Ele assim o disse: “Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida. Ninguém vem ao Pai senão por mim.’ e Paulo na Carta aos Efésios disse: “Porque pela graça sois salvos, por meio da fé, e isto não vem de vós, é dom de Deus; Não vem das obras, para que ninguém se glorie;” “Porque, por ele, ambos temos acesso ao Pai, em um mesmo Espírito.” (Ef 2.8 e 18). Que fique claro que de nada valem as boas obras, ou ser Bonzinho sem Jesus, pois só por meio Dele seremos salvos. As boas obras devem ser frutos do Espírito de Deus em nós.
Agora falemos dos demônios, adversários ou como costumo chamá-los: Adversários de nossas almas. Primeiramente que fique claro não são espíritos humanos desencarnados. Uma passagem bíblica interessante esta no livro de Lucas cap 16 do vers. 19-31. Onde um homem outrora vivo e próspero agora finado e no inferno clama que envie-se alguém para alertar seus irmãos do que poderia lhes acontecer, mas lhe é dito que há um grande abismo entre os mundos e que as escrituras já contém o alerta de Deus. Muito se tenta usar a palavra de Deus para se justificar a crença na reencarnação e nos espíritos humanos desencarnados. Citam a Elias como tendo reencarnado em João, porém Elias, assim como Enoch não morreu. Foi transladado por Deus até a sua presença. Dizem que Saul falou com o Espírito de Samuel, quando na verdade o texto diz : “Entendendo Saul que era Samuel, inclinou-se com o rosto em terra, e se prostrou.” (I Sm 28.14b) Outrossim a palavra sagrada nos alerta que o inimigo pode mudar sua forma e se apresentar inclusive como anjo de luz “E não é maravilha, porque o próprio Satanás se transfigura em anjo de luz.” E Paulo ainda nos alerta que “Não é muito, pois, que os seus ministros (de Satanás) se transfigurem em ministros da justiça, o fim dos quais será conforme as suas obras.”(2 Co 11.14-15)

Para concluir ouso citar outra passagem bíblica que diz: “Os céus e a terra tomo, hoje, por testemunhas contra vós, que te tenho proposto a vida e a morte, a bênção e a maldição: escolhe, pois, a vida, para que vivas, tu e a tua semente” (Dt 30.19) Só há dois caminhos e nenhum atalho. Jesus não foi um louco, ou um tolo que viveu e se deu em sacrifício por nós, para que o neguemos e ousemos crer que por nossas próprias forças “evoluiremos” até a salvação. O que Deus, nosso Senhor e Salvador, Jesus Cristo, que derramou seu sangue carmesim, lhe pede para que sejas salvos e lavado de todos os seus pecados é que: ”Se com a tua boca confessares ao Senhor Jesus, e em teu coração creres que Deus o ressuscitou dos mortos, serás salvo. Visto que, com o coração se crê para a justiça, e com a boca se faz confissão para a salvação.” (Rm 10.9-10)


Evangelista Ney Bellas 2010

Postagens mais visitadas deste blog

Papo de Crente: “Morar junto”, sem se casar, é pecado?

Bem, para responder a esta pergunta, de cara gostaria de dizer que não sou muito de ficar apontando para isso ou para aquilo e dizendo se é pecado, ou não. Afinal, pecado significa errar o alvo, que por sua vez representa a pessoa de JESUS CRISTO. Logo, tudo que fazemos que nos afasta dEle é pecado. Certo? Mas, a pergunta acima tem sido recorrente entre vários jovens e por isso optei por este texto. Vamos entender uma coisa, “morar junto” não é o mesmo que estar casado, assim como “ficar” não é namorar e namorar anos sem compromisso não é “noivar”.  Outra coisa é que esse papo de “morar junto” nada mais é do que um jeitinho de se ter relações sexuais, dentro do socialmente correto. Que fique claro que seguir a Cristo é uma coisa simples, mas que sempre envolve decisões difíceis. Entenda isso como a “porta estreita” da qual Jesus nos alertou. Sexo antes do casamento é FORNICAÇÃO! Não entendeu? Eu explico: “Fornicação é o ato ou efeito de fornicar. Ter relações sexuais por puro prazer, p…

A CABANA e os FALSOS MESTRES

Enquanto escrevo estas linhas milhares de pessoas estão lotando salas de cinema em vários países e até mesmo no Brasil, para assistirem o Filme: A Cabana.  Dirigido por Stuart Hazeldine e adaptado do livro homônimo de 2007, escrito por William Paul Young, canadense, filho de missionários cristãos, teólogo formado em Religião no estado do Oregon, nos Estados Unidos. E, para mim, um dos FALSOS MESTRES de nosso tempo.    Pois bem, este texto, assim como habitualmente o faço é fruto de uma conversa com um amigo que assistiu o referido filme, gostou, o recomendou a outros e me disse que soube reter o que era bom e descartar o que não valia a pena. Acredito e glorifico a Deus por tê-lo capacitado a ter esse nível de discernimento, contudo tenho o coração aflito, tanto pelo zelo que tenho a palavra de Deus, quanto pelas vidas que podem vir a se perder diante do engodo de uma estória emocionante.    Segundo a sinopse oficial do filme a trama apresenta "um homem atormentado após perder a su…

Mães de joelho, filhos de pé

Desperta Débora
“Orando por nossos filhos”.
“Desperta Débora é um movimento de oração cujo alvo é despertar mães comprometidas a orar 15 minutos por dia, para que Deus opere um despertamento espiritual sem precedentes na história da juventude brasileira”.

O Desperta, Débora nasceu no coração do reverendo Jeremias Pereira durante a Consulta Global sobre Evangelização Mundial (GCOWE 95), promovido em maio daquele ano em Seul, Coréia. Nesse encontro, a Igreja coreana consagrou cem mil jovens de diversas denominações para a obra missionária. “Era um dia chuvoso e frio, e num daqueles momentos de clamor uma jovem perto de mim estava com a testa no chão. Em oração, ela se oferecia como mártir para que ao menos uma pessoa da Coréia do Norte entregasse sua vida a Cristo. Ao ouvir aquilo chorei como um menino e desejei que algo semelhante acontecesse no Brasil”, lembra Pereira, pastor da Oitava Igreja Presbiteriana de Belo Horizonte.
Ainda em Seul, ele procurou o pastor Marcelo Gualberto e juntos …